SBB lança a Nova Almeida Atualizada
14/11/2017 - 14h54 em Música

A tradução também está disponível, gratuitamente, no formato digital

Vencido o desafio de melhorar o que já era excelente, a Nova Almeida Atualizada (NAA) foi lançada pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), no dia 8 de novembro, com um Culto de Ação de Graças na Catedral Evangélica de São Paulo, em que estiveram presentes cerca de 400 pessoas. A nova edição da Bíblia chega 60 anos depois da publicação da Almeida Revista e Atualizada, como fruto de um trabalho realizado no Brasil para tornar o texto bíblico mais compreensível, principalmente, para as novas gerações. Para alcançar o maior número possível de pessoas, a tradução também já foi disponibilizada, gratuitamente, em formato digital, no Portal da SBB (www.sbb.org.br/biblia) e nos aplicativos Biblia Plus e Bíblia (YouVersion). Em menos de 24 horas, mais de seis mil downloads já foram realizados.

“Este é um momento histórico a ser compartilhado por todas as igrejas cristãs”, anunciou Erní Seibert, secretário de Comunicação, Ação Social e Arrecadação da SBB, ao dar início à cerimônia, prestigiada por lideranças das diversas denominações religiosas e outros convidados. O coro feminino da Catedral Evangélica teve participação especial, pontuando a programação com hinos de louvor.

O lançamento da NAA é um marco nas celebrações do 2º Ano da Bíblia no Brasil, em 2018. Para Seibert, com a grande visibilidade que terá a Bíblia Sagrada, esta será uma oportunidade de mostrar que somente a Palavra de Deus traz esperança e para isso as igrejas terão papel fundamental. 

Na oração de abertura, o Pr. Marcos G. F. Silva agradeceu a Deus pelas pessoas que trabalharam na revisão do texto bíblico e pela SBB, pelo esforço de levar a Palavra a todas as pessoas. Na sequência, a leitura responsiva do Salmo 146 envolveu o público no sentimento de esperança e gratidão que predominaria em todo o evento.

Rudi Zimmer, diretor executivo da SBB, ressaltou a importância do lançamento da nova revisão do texto bíblico, lembrando que, conforme dados de 2016, das 5.880 línguas faladas no mundo, há apenas 648 com tradução da Bíblia completa, 4.432 têm o Novo Testamento e 1.145 têm versões apenas em porções. Assim, restam 3.655 línguas, faladas por grupos pequenos, que não possuem qualquer trecho traduzido. “São 253 milhões de pessoas, incluindo populações indígenas”, alertou.

Em um convite à reflexão, Zimmer falou sobre a Palavra de Jesus em João 6.35 - “Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim jamais terá fome e quem crê em mim jamais terá sede” -, estendeu-se a outros versículos do evangelista, ao Gênesis e à primeira Carta de Pedro, para mostrar que a humanidade precisa de Jesus e que a mensagem de salvação deve ser clara para que todos a entendam.

“São exemplos que levam à importância da Nova Almeida Atualizada. Que ela seja uma grande bênção para as igrejas em seu esforço de levar Deus em Cristo a todas as pessoas”, exaltou Zimmer.

Para ler e ouvir

As principais características da Nova Almeida foram apresentadas por Vilson Scholz, consultor de Tradução da SBB que coordenou a revisão da Almeida Revista e Atualizada. Ele iniciou falando do tradutor Almeida, que publicou sua primeira tradução em 1681 já manifestando a intenção de que a Bíblia em Português chegasse a todos os lugares.

Apenas em 1808, a Bíblia na tradução de Almeida começou a chegar ao Brasil. A publicação da edição da Almeida Revista e Atualizada ocorreu em 1959. “Os tradutores queriam deixar a tradução mais próxima de nós e perceberam que não se pode traduzir a Bíblia sem que seu texto seja lido em voz alta”, observou Scholz.

“O grande desafio, na Nova Almeida Atualizada, foi a atualização do vocabulário”, ele afirmou, destacando que a revisão foi discutida e aprovada, o projeto foi referendado pelas igrejas e as lideranças auxiliaram os revisores.

“Deixamos o texto mais compreensível mantendo o estilo de Almeida. Hoje, o sentimento é de dever cumprido, foi uma missão entregue a mim pela SBB”, revelou Scholz.

As lideranças cristãs também foram chamadas a se manifestar, começando pelo anfitrião, o Rev. Valdinei Aparecido Ferreira, pastor titular da Catedral Evangélica de São Paulo. Falaram também o Rev. Wilson Vitoriano, da Catedral Anglicana de São Paulo, o bispo Adriel de Souza Maia, da Igreja Metodista do Brasil; o Pr. Paulo Lutero de Mello, da Igreja O Brasil para Cristo; e o Pr. Walter Brunelli, da Igreja Assembleia de Deus Bereana.

A programação foi encerrada por Paulo Teixeira, secretário de Tradução e Publicações da SBB, que em sua oração lembrou os 500 anos da Reforma Protestante e agradeceu pelas bênçãos que brotam da Palavra de Deus. 

 

Fonte Sociedade Bíblica do Brasil

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!